Emasa em Ação Informativo Notícias

Emasa instala tanques em bairros mais prejudicados pela falta d’água

Emasa instala tanques em bairros mais prejudicados pela falta d’ água - Foto Alex de Souza (2)

Na manhã desta segunda feira, a Emasa começou a entregar os primeiros tanques, com capacidade para até dez mil litros de água, nas áreas onde o abastecimento está mais prejudicado em decorrência da longa estiagem no Sul da Bahia, que afeta diretamente a população de Itabuna. Inicialmente os bairros beneficiados são: Mangabinha, Parque Boa Vista, João Soares, Praça do Parque Verde, Loteamento Paraiso, Monte Cristo, Alto da Boa Vista e ainda a parte alta do Califórnia.

Carros pipa abastecem os tanques com regularidade, a fim de que a comunidade não seja privada de receber água tratada, já que não há carros pipa suficientes para atender à grande demanda. Para receber a água, o morador da área onde os tanques estão sendo colocados, deverá levar seus vasilhames, sem necessidade de tumulto. O controle será feito pelo presidente da associação de cada bairro beneficiado que está orientando como proceder.

A EMASA pede mais uma vez à comunidade que economize água o máximo possível, pois os rios estão secos, não chove há mais de 120 dias e as perceptivas ainda são sombrias em relação à oferta de chuva por conta do fenômeno “El Nino” que esteve ano está severo. A situação é crítica em varias partes do país e em Itabuna não é diferente.

As instituições filantrópicas, hospitais, postos de saúde, escolas, creches e unidades da Fundação Marimbeta estão tendo prioridade para receber água por meio de carros pipa, já que tais órgãos e instituições não podem parar o funcionamento. A Emasa está contratando dez carros pipa para ajudar na distribuição de água para na comunidade.

A expectativa é de que o Governo do Estado, que está ciente da situação critica porque passa o município, se sensibilize para a liberação de verbas e de caminhões pipa para ajudar a minimizar os efeitos da grave situação de abastecimento d’água enfrentada pela população itabunense.

Adicionar comentário

Click here to post a comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: