Informativo Notícias

Ligações clandestinas geram uma perda de 35% no faturamento da Emasa

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) implementou nos últimos 90 dias um novo modelo de gestão que tem impactado positivamente não somente na organização dos processos administrativos, como também na área técnica e operacional com foco na correção de falhas e melhoramento dos processos.

Como parte deste trabalho, um dado alarmante foi descoberto durante um levantamento minucioso da equipe do presidente Jader Guedes. Trata-se da perda de 35% no faturamento da empresa por conta das ligações clandestinas ou o popular “Gato”. “Isso é muito grave, mas já tomamos as providências necessárias para solucionar este problema”, informa o presidente Jader Guedes.

E completa ressaltando que já foram abertos 10 processos criminais junto à polícia, somente relacionados aos casos de ligações clandestinas. “Os responsáveis serão processados e chamados na Justiça para responder pelos seus atos. São inúmeros casos, mas estamos fazendo o que é possível”.

Para piorar a situação, completa o presidente, “foi detectada uma falha alarmante com cadastros irregulares de imóveis que não estavam sendo faturados por negligência, má fé ou mesmo por fraude”.

Ele explica que os cadastros irregulares referem-se principalmente aos imóveis novos, cujas construtoras responsáveis pela obra deram entrada na documentação para emissão das contas, mas que infelizmente os processos não foram concluídos e tem gerado perdas para a empresa.

Adicionar comentário

Click here to post a comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: