Notícias

Prefeitura e Emasa ampliam ações para garantir abastecimento d’água à Itabuna

Prefeito de Itabuna, Claudevane  Leite (1º à esq.) se reuniu com dirigentes da Emasa e Defesa Civil - Foto2 Lucas França (1)

O volume de água nas captações dos mananciais dos rios Cachoeira e Almada para abastecimento do município de Itabuna está ainda mais reduzido e atingiu 45%, provocando consequentes falhas no abastecimento em vários pontos da cidade. Tal situação de escassez de água é devido à severa estiagem na região

sul do Estado que desde agosto do ano passado enfrenta o mais longo período de estiagem, com o intenso calor.

Com este fenômeno, a Emasa está redobrando a atenção para manter o funcionamento dos sistemas de captação e distribuição de água. Na tarde de segunda-feira, o prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, se reuniu com a direção da Emasa e com a Coordenadoria Municipal da Defesa Civil.

No final anunciou novas medidas emergenciais para garantir o abastecimento d’agua para reforçar a captação e o transporte de água tratada de Ubaitaba e São José da Vitória para Itabuna. Vane destacou os esforços da Prefeitura e Emasa para mitigar os efeitos da falta d’água e lamentou a falta de chuva em nossa região, principalmente nas bacias hidrográficas dos rios Cachoeira e Almada.

“Mesmo com todas as dificuldades estamos trabalhando para amenizar o sofrimento causado pela estiagem que abala não só Itabuna, mas toda a Região Cacaueira”, disse o prefeito. Vane lembrou que o número de caminhões-pipa foi triplicado, distribuídas 70 caixas-d’água entre os bairros.

“Além disso, nos reunimos com autoridades em Brasília, buscamos ajuda do Governo do Estado, através da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) da Bahia, que graças a Deus liberou mais de R$ 3 milhões para ações emergenciais no abastecimento de água em nosso município e continuamos trabalhando”, destacou.

LOGISTICA

“A Emasa e a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil estão executando intensa logística na operação dos caminhões-pipa, desde o dia 12 de março, para o transporte de água de Ubaitaba até Itabuna, em parceria com a Embasa. Houve o reforço no abastecimento de creches, escolas, albergues, orfanatos, escolas e hospitais locais com água tratada”, informou o prefeito Claudevane Leite.

O Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alerta a população de Itabuna a evitar a ingestão direta da água da captada em Castelo Novo, que sofre efeitos das marés, distribuída pelos elevados níveis de cloretos. A Emasa mantém disponível o telefone serviço 0800 073 1195 para atender reclamações e emergências.

Adicionar comentário

Click here to post a comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: